top of page
  • Foto do escritorARTHUR MARTINS

A arquitetura solar dos Maias

A arquitetura solar dos maias é um exemplo fascinante de como as civilizações antigas utilizavam o sol como elemento central em seus projetos arquitetônicos. Os maias eram uma civilização pré-colombiana que habitava a região que hoje compreende o sul do México, Guatemala, Belize e partes de Honduras e El Salvador. Os maias possuíam um profundo conhecimento astronômico e utilizavam esse conhecimento para orientar suas construções de acordo com os movimentos solares. Suas cidades eram projetadas de forma a capturar e aproveitar a luz solar de maneira eficiente, especialmente durante eventos astronômicos importantes, como equinócios e solstícios.


A principal estrutura arquitetônica associada à arquitetura solar maia é o templo-pirâmide. Esses templos eram construídos com uma base sólida e íngreme, com degraus que levavam ao topo, onde ficava o santuário. A orientação dessas pirâmides era cuidadosamente planejada de acordo com os alinhamentos solares.



Um exemplo famoso desse tipo de construção é a Pirâmide de Kukulcán, em Chichén Itzá, no México. Durante o equinócio da primavera e do outono, ocorre um fenômeno conhecido como "descida da serpente emplumada". A luz do sol cria sombras nas laterais da pirâmide, que se assemelham a uma serpente descendo as escadas. Esse espetáculo mostra como os maias incorporavam o sol em sua arquitetura de forma simbólica e funcional.



A arquitetura solar dos maias reflete não apenas sua habilidade técnica, mas também sua profunda conexão com o cosmos e a natureza. Eles entendiam a importância do sol como fonte de vida e energia, e incorporavam esse conhecimento em suas construções, criando espaços que proporcionavam conforto, iluminação e um senso de conexão com o universo.



Além das pirâmides, os maias também construíam edifícios residenciais e palácios com características solares. Eles projetavam janelas e aberturas estrategicamente posicionadas para permitir a entrada de luz solar direta em determinados momentos do dia. Isso ajudava a iluminar os espaços internos e aproveitar o calor solar durante o período de luz intensa.









6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page